Venda de café do Brasil avança para 43% do total apesar de preço menor

A comercialização da safra de café do Brasil do ciclo atual (2019/20) chegou a 43% do total colhido até o dia 20 de agosto, avanço de nove pontos percentuais em comparação ao mês passado, apesar dos preços mais baixos no mercado interno, apontou nesta quinta-feira a consultoria Safras & Mercado.

As vendas estão adiantadas em relação ao ano passado, quando 38% da safra 2018/19 estava comercializada até esta época, e também frente à média dos últimos cinco anos, que é de 37% para o período.

As vendas de café da safra 2019/20 ganharam ritmo com a maior disponibilidade no mercado, após a colheita e secagem aceleradas, e pela necessidade de caixa por parte do produtor pelos custos de colheita, notou o consultor da Safras & Mercado, Gil Barabach, em nota.

“Já os baixos preços serviram como contrapeso, limitando uma melhor performance comercial”, acrescentou.

De acordo com dados do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), o preço do café arábica foi cerca de 406 reais a saca na quarta-feira, cerca de 10 reais/saca abaixo do visto há um mês (valor do produto posto na cidade de São Paulo).

As vendas de arábica chegam a 42% da safra, ficando acima de igual época do ano passado (35%) e da média para o período (35%).
DATA: 23.08.19

ÚLTIMAS NOTÍCIAS